a

Lorem ipsn gravida nibh vel velit auctor aliquet. Aenean sollicitudin, lorem quis bibendum auci elit consequat ipsutis sem nibh id elit dolor sit amet.

Image Alt

2º Aniversário 2017-2019

O Cinema Trindade celebra no próximo mês de Fevereiro dois anos de vida após a sua reabertura, que está balizada por duas datas: 5 de Fevereiro (inauguração) e 16 de Fevereiro (início das sessões regulares).

Para assinalar este aniversário será proporcionado um ano cinematográfico. 28 filmes. 4 eixos de programação: Antestreias / Realizador em Foco: Gabriel Mascaro / Via Latina / Portugal Cinema. 12 dias de celebração.

Para assinalar as datas, entre 5 e 16 de Fevereiro será proporcionado um programa comemorativo que reúne um conjunto de filmes de diversos quadrantes, que muito provavelmente vão marcar o ano cinematográfico.

Gabriel Mascaro (1983) vive e trabalha no Recife. A sua obra divide-se entre o cinema e as artes visuais. Apropriando-se de narrativas híbridas e de intrigantes dispositivos de gerenciamento de encontro, o seu trabalho tece complexos e controversos ensaios políticos e estéticos sobre a negociação do poder nas suas mais diversas manifestações.

Via Latina é um panorama sobre o cinema da América Latina, formado em grande parte por jovens cineastas que constroem essencialmente um caleidoscópio de visões sobre dramas sociais. Por outro lado, serve também de mote para mostrar um naipe de filmes inéditos no Porto, que pela sua singularidade e importância merecem estabelecer contacto com o público da Invicta.

Esta secção contém o “filme-jocker” [a nossa escolha como filme mais importante do programa e o único a ser exibido duas vezes], dado que inclui o célebre “Vidas Secas”, de Nelson Pereira dos Santos.

O Portugal Cinema é um módulo dedicado ao cinema português que propõe a recuperação de obras marcantes a par da antecipação de filmes centrais que vão chegar às salas em 2019.

De 5 a 16 de Fevereiro o Cinema Trindade vai estar em festa com ANTESTREIAS DIÁRIAS:

Dia 5 | terça-feira | 21h45 | PÁSSAROS DE VERÃO, Cristina Gallego e Ciro Guerra [filme de abertura]

Dia 6 | quarta-feira | 19h30 | CAFARNAUM, Nadine Labaki

Dia 6 | quarta-feira | 21h45 | A FAVORITA, Yorgos Lanthimos

Dia 7 | quinta-feira | 21h45 | AS HERDEIRAS, Marcelo Martinessi

Dia 8 | sexta-feira | 21h45 | THE REPORTS ON SARAH AND SALEEM, Muayad Alayan

Dia 9 | sábado | 21h45 | CAMINHOS MAGNÉTYKOS, Edgar Pêra

Dia 10 | domingo | 21h45 | CHIEN, Samuel Benchetrit

Dia 11 | segunda-feira | 21h45 | PARDAIS, Rúnar Rúnarsson

Dia 12 | terça-feira | 21h45 | PETRA, Jaime Rosales

Dia 13 | quarta-feira | 21h45 | AYKA, Sergei Dvortsevoy 

Dia 14 | quinta-feira | 21h45 | SE ESTA RUA FALASSE, Barry Jenkins

Dia 15 | sexta-feira | 21h00 | TINTA BRUTA, Filipe Matzembacher e Marcio Reolon

Dia 16 | sábado | 21h45 | CHUVA É CANTORIA NA ALDEIA DOS MORTOS, João Salaviza e Renée Nader Messora [filme de encerramento]

REALIZADOR EM FOCO: GABRIEL MASCARO

Nascido em 1983, vive e trabalha no Recife.
A sua obra divide-se entre o cinema e as artes visuais. Apropriando-se de narrativas híbridas, num percurso sinuoso entre o documentário e a ficção documental, o seu trabalho tece complexos e controversos ensaios políticos e estéticos sobre a negociação do poder nas suas mais diversas manifestações.
Os seus filmes foram seleccionados e premiados em festivais como Locarno, Roterdão e Veneza, e em 2016 teve a sua primeira retrospectiva na Film Society do Lincoln Centre, em Nova Iorque.
É, indiscutivelmente, uma das vozes mais sonantes do cinema brasileiro no século XXI.

UM LUGAR AO SOL, segunda-feira 11, 18h00 

AVENIDA BRASÍLIA FORMOSA, terça-feira 12, 18h00 

DOMÉSTICA, quarta-feira 13, 18h00 

VENTOS DE AGOSTO, quinta-feira 14, 18h00 

BOI NEON, sexta-feira 15, 19h15

VIA LATINA

PÁSSAROS DE VERÃO, Cristina Gallego e Ciro Guerra, terça-feira 5, 21h45  

AS HERDEIRAS, Marcelo Martinessi, quinta-feira 7, 21h45  

A SERPENTE, Jura Capela, sábado 9, 15h00 

DÓLARES DE AREIA, Israel Cárdenas e Laura Amelia Guzmán, sábado 9, 19h30 

LOS LEONES, André Lage, domingo 10, 18h00 

VIDAS SECAS, Nelson Pereira dos Santos, domingo 10, 19h30 e sábado 16, 19h30

AS FILHAS DO FOGO, Albertina Carri, sexta-feira 15, 23h00

LA CAMARISTA, Lila Avilés, sábado 16, 16h15

PORTUGAL CINEMA

O HOMEM-PYKANTE, DIÁLOGOS COM PIMENTA, Edgar Pêra, sábado 9, 16h20

A ÚLTIMA VEZ QUE VI MACAU, João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata, sábado 9, 18h00

CAMINHOS MAGNÉTYKOS, Edgar Pêra, sábado 9, 21h45

ALICE, Marco Martins, domingo 10, 16h15

1960, Rodrigo Areias, sexta-feira 16, 18h00

RABO DE PEIXE, Joaquim Pinto e Nuno Leonel, sábado 16, 18h00

CHUVA É CANTORIA NA ALDEIA DOS MORTOS, João Salaviza e Renée Nader Messora, sábado 16, 21h45

COM O APOIO DAS DISTRIBUIDORAS